PIB cresce 4,6% em 2021 impulsionado pela Indústria

Serviços registrou variação positiva, já Agropecuária recuou 0,2%


Banco de imagens Canva

Após a queda histórica registrada em 2020, o Produto Interno Bruto cresce 4,6% em 2021 frente ao ano anterior, totalizando R$ 8,7 trilhões. De acordo com o IBGE, o PIB per capita subiu 3,9%.


A Indústria, que teve crescimento de 4,5%, puxou a alta com destaque positivo para a construção civil, que registrou variação positiva de 9,7%. O setor de Serviços, com alta de 4,7%, apresentou crescimento em todas as atividades. Já a Agropecuária sofreu um leve recuo, de 0,2%.


De acordo com a coordenadora de Contas Nacionais do IBGE, Rebeca Palis, apesar do PIB estar acima do período pré-pandemia, a economia brasileira ainda está abaixo do pico registrado em 2014.


Colunista da BandNews FM, Juliana Rosa afirma que o contexto composto pela variante Ômicron, a tragédia em Petrópolis, na Região Serrana do Rio de Janeiro, e a invasão da Rússia à Ucrânia não traz boas perspectivas para o cenário econômico brasileiro.


O consumo das famílias cresceu 0,7% enquanto a despesa de consumo do governo atingiu alta de 0,8%. A Formação Bruta de Capital Fixo, que representa os investimentos, permaneceu estável. As exportações de Bens e Serviços caíram 2,4%, enquanto as importações avançaram 0,5% em relação ao terceiro trimestre de 2021.

 

Fonte: https://www.band.uol.com.br/bandnews-fm/noticias/pib-cresce-quase-5-em-2021-impulsionado-pela-industria-16482887