Páscoa: Google aponta que varejo precisa ter estratégia multicanal

Um levantamento feito pelo Google destacou a importância de o setor estar presente tanto nos meios digitais quanto em espaços físicos para aproveitar o impulso do feriado de Páscoa


Banco de imagens Canva

O varejo precisa estar atento às tendências de consumo para conseguir aproveitar o impulso do feriado de Páscoa. É o que aponta uma pesquisa realizada pelo Google. De acordo com o levantamento, 64% dos brasileiros pretendem celebrar a data em 2022, 13% a mais do que o registrado no ano passado. O movimento deve contribuir para a manutenção do crescimento do comércio apontado pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE) — 1,4% em fevereiro, contra 1,2% no mesmo período de 2021.


O levantamento do Google ouviu 500 consumidores em março. Desse total, 46% pretende comprar em lojas físicas (mercado, atacado e varejista), 19% por aplicativos de entrega e 16% por mensagem ou telefone. As aquisições via internet e outros meios não presenciais destacam o fenômeno observado ao longo de dois anos de pandemia, em que a população passou a buscar opções que respeitam o distanciamento e dispensam a necessidade de se deslocar.


A empresa de tecnologia revelou que, nesta Semana Santa, chocolates e ovos de Páscoa continuam com o posto de protagonistas. Dos 68% entrevistados que têm intenção de comprar os doces: 51% querem presentear crianças, 18%, adultos; e 46%, consumo próprio.


Entre os entrevistados, 32% pretendem comprar ovos artesanais e caseiros, 31% de lojas especializadas em chocolates; 22% de sabores já conhecidos; 17% de personagens com brindes ou brinquedos e 11% ovos importados. Outra presença garantida na mesa dos brasileiros é o peixe. No total, 26% dos entrevistados disseram que vão buscar por bacalhau e itens do tipo.


Estratégia


Segundo a empresa de tecnologia, o cenário exige que o varejo adote uma estratégia multicanal para estar presente em todas as etapas da jornada do consumidor. Isso se dá não apenas pela forma da compra em si, mas também pela percepção de que muitos fazem pesquisas de preço pela web antes de adquirir um produto: uma em cada três pessoas afirmam que fazem buscas no Google para decidir o que comprar para presentear na Páscoa.


Campanhas de publicidade on-line também podem colaborar com o desempenho da loja física. É possível, inclusive, acompanhar o número de consumidores que visitaram a loja física após verem o anúncio na internet com base em estimativas do Google Ads. Para verificar, basta usar o Perfil da Empresa e dos Lances inteligentes.

 

Fonte: https://www.correiobraziliense.com.br/economia/2022/04/4998976-pascoa-google-aponta-que-varejo-precisa-ter-estrategia-multicanal.html