top of page

Páscoa 2023 tem recorde de lançamentos para atender consumidores

Comparado ao ano anterior, aumento de 9% nos lançamentos sinaliza constante busca da indústria em atender as demandas dos consumidores. Ao todo, o setor trará mais de 160 lançamentos para a data


Fonte: Banco de imagens Canva

Neste ano, as gôndolas nos pontos de vendas e o e-commerce estarão ainda mais recheados com os lançamentos para o período da Páscoa, que será celebrada em 09 de abril. De acordo com levantamento da Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), serão 440 itens oferecidos pelas empresas associadas à Entidade para a data em 2023, sendo 163 lançamentos – resultado de novas parcerias, ingredientes, formatos, sabores e combinações de produtos.


A indústria de chocolates apresentará um portfólio robusto para atender aos mais diversos paladares, e tornar o hábito de presentear amigos e familiares ainda mais memorável. O mercado vai oferecer, além de ovos de Páscoa, outros produtos de chocolate com diferentes intensidades, como ao leite, diferentes percentuais de cacau, branco, mesclado e, claro, apostas em embalagens diferenciadas para presentes.

E para responder à demanda e as preferências do público, o setor e a indústria passam por um longo período de preparação, de cerca de um ano e meio antes para a data. Em relação a 2022, esse longo trabalho das indústrias registrou mais de 10 mil toneladas de ovos e produtos de Páscoa, o que demonstra um crescimento de 13% na produção quando comparado com 2021. Foi possível atender o consumidor garantindo qualidade dos produtos, variedades e multicanalidade.

De acordo com o presidente da Abicab, Ubiracy Fonsêca, as indústrias se preparam com antecedência para garantir que os consumidores tenham acesso aos produtos e mantenham as tradições da data. “A Páscoa é uma data muito especial para os brasileiros e fundamental para o setor, e nesse período há grande intenção de compra dos produtos de chocolates. Por este motivo, as empresas inovam sempre na ampliação dos seus portfolios. Com uso de tecnologia e matéria-prima de qualidade, a indústria de chocolate está cada vez mais consolidada, sinalizando todo o seu potencial”, finaliza.

 
bottom of page