EMPREGADO QUE FALOU MAL DA EMPRESA EM GRUPO DE WHATSAPP É DESPEDIDO POR JUSTA CAUSA


Fonte: Banco de imagens Canva

Trazemos a conhecimento do senhor, recente decisão da 6ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (Rio Grande do Sul), que confirmou a condenação de um trabalhador que, em um grupo de WhatsApp, desqualificava a instituição de ensino em que trabalhava. Em razão do comportamento do trabalhador, entendeu o regional que estava presente a permissiva para quebra de contrato por justo motivo, por parte do empregado.


No arquivo anexo abordamos uma análise da decisão da Justiça do Trabalho sob o aspecto da fiscalização de meios telemáticos aplicáveis as relações do trabalho.


Confira a integra da análise no anexo abaixo.

aj_245_22_integra_do_texto
.docx
Download DOCX • 742KB

 

Fonte: https://doc.fecomercio.com.br/mixlegal/d7e612ee30ad0104454cfd5129bbef4db95540699d0b015d5ab4aeb337ea53d8