top of page

Dia das Mães: tíquete médio cresceu 13% no varejo

O Dia das Mães em 2023 teve um crescimento expressivo no aumento do tíquete médio de compras, representando 13%, afirmam os dados da VarejOnline. O levantamento aponta que o varejo físico teve um faturamento bruto 2% maior que o ano anterior, em contrapartida, uma queda de 6% no número de vendas.


Fonte: Banco de imagens Wix

Outra informação apontada pelo levantamento foi o crescimento de 10% do número de pagamentos por cartão de crédito, enquanto pagamentos à vista, como o PIX, dinheiro e débito caíram 14%, no comparativo com 2022.


Já de acordo com o levantamento da plataforma Nuvemshop, pequenos e médios empreendedores online do Estado do Rio de Janeiro movimentaram R$ 12,5 milhões em vendas no período relacionado ao Dia das Mães, um aumento de 45% em relação ao ano passado, quando faturou R$ 8,6 milhões.


Durante as campanhas especiais para a data, as lojas online do estado comercializaram 172 mil itens, valor 22% superior ao registrado no ano anterior (141 mil). O número de pedidos online foi 56,6 milhões (38%). O tíquete médio foi de R$ 220.


Moda foi o segmento que mais se destacou no período com R$ 4,2 milhões em faturamento, seguido por acessórios (R$ 1,5 milhão), joias (R$ 900,5 mil) e saúde & beleza (R$ 860 mil). Dentre os métodos de pagamento, o PIX foi o destaque, representando 36% dos pedidos pagos. No entanto, o cartão de crédito segue liderando, com 50% dos pagamentos.


O Rio de Janeiro ficou em terceiro lugar no ranking nacional de faturamento na data especial. Em todo o país, as lojas online faturaram R$ 189,5 milhões durante as vendas relacionadas ao Dia das Mães, apresentando um crescimento de 33% no período.


Depois do Natal, o Dia das Mães é a segunda data mais importante do varejo. Pesquisa do Sebrae Rio indica que apenas 27% dos pequenos negócios fluminenses realizaram ações específicas para a ocasião. Enquanto isso, 73% não fizeram nenhum tipo de investimento; o que influenciou no faturamento das empresas. Quarenta e seis por cento dos pequenos, que se prepararam para a data, conseguiram aumento nas vendas. Em contrapartida, 10,4% dos empresários não investiram em nenhuma novidade, ainda assim, conseguiram aumento nas vendas em relação a um mês normal.


Das medidas adotadas pelos empreendedores, as que mais tiveram impacto nas vendas foram a personalização de produtos ou serviços e aumento de divulgação e propaganda. Neste ano, as iniciativas que geraram pouco impacto foram a adoção de preços promocionais e o aumento de estoque.


Por causa do Dia das Mães, os principais meios de divulgação dessas ações foram o WhatsApp, Instagram e Facebook. Na média mensal, em comparação aos demais meses, 18,24% dos pequenos negócios tiveram aumento de receita. A data representa 9,17% do total do faturamento no mês das empresas.

 
bottom of page