Confiança dos empresários de artigos para festas cresce em consonância com a vacinação em massa

Pesquisa apresentada pela ASBRAFE, demonstra que os empresários do seu setor estão confiantes ou muito confiantes em relação ao seus negócios e a economia brasileira como um todo.


A ASBRAFE - Associação Brasileira do Comércio de Artigos para Festas e Correlatos, realiza trimestralmente uma pesquisa intitulada "Boletim Econômico", que tem como finalidade avaliar a confiança e expectativas do seu empresariado (varejistas, industriais e distribuidores), tanto em relação aos índices da Economia Brasileira, quanto da sua própria empresa.

Em sua quarta edição, referente ao 2º trimestre de 2021, que ocorreu entre os dias 12 e 23 de julho do mesmo ano, pode-se observar um aumento considerável em seus índices de confiança e expectativas conforme alguns dados:

  • 87,1% das empresas estão confiantes ou muito confiantes para o 3º trimestre de 2021;

  • 77,4% projetam crescimento do faturamento neste ano (2021);

  • E, para ano que vem (2022) a expectativa é melhor ainda, 96,8% dos entrevistados têm perspectiva de aumento do faturamento.

Essa expectativa de crescimento também pode ser observada na fala do presidente da ASBRAFE, Antônio Deliza Neto:


"Conforme o exposto na pesquisa referente ao 2º trimestre de 2021, demostra-se, claramente, que a palavra de ordem é OTIMISMO!! Diante de um quadro muito incerto e difícil, dado o período de pandemia vivida por todos nos últimos 18 meses. A retomada, em consonância à vacinação em massa, traz uma tranquilidade e muitas possibilidades para os negócios, recheada de otimismo e expectativas."


Os resultados encontrados na pesquisa do 2º trimestre de 2021 apontam que houve uma reversão positiva em relação à pesquisa realizada no trimestre anterior. O avanço da vacinação e a redução das restrições impostas pela pandemia do novo corona vírus trouxeram um maior otimismo para o segmento, refletindo numa melhor avaliação da própria empresa e da economia brasileira como um todo, conforme podemos observar nos capítulos 1 a 4. O otimismo também se verifica nas expectativas em relação ao próprio faturamento, tanto frente 2021 quanto 2022 conforme exposto nos capítulos 5 e 6.

Confira a pesquisa completa a baixo:

Pesquisa de Confiança - 2o trimestre
.pdf
Download PDF • 979KB