top of page

Conexão com os clientes é um requisito fundamental para a fidelização

Pesquisa encomendada pelo Google e divulgada pela Offerwise aponta que 64% dos brasileiros não possuem conexões significativas com uma marca


Fonte: Banco de imagens Canva

No Marketing, existe uma tendência que, embora não seja uma regra, é quase uma garantia de sucesso: quanto melhores forem as experiências oferecidas por uma empresa, desde o primeiro contato até o pós-compra, maiores as chances de retorno do cliente. Sabendo disso, o que explica o fato de que 64% dos brasileiros não possuem conexões significativas de fidelidade com uma marca?


O número, divulgado pela Offerwise em estudo apresentado durante o evento Thinker Consumer Goods, pode ser explicado por vários fatores, sendo o preço final o mais importante deles. 37% dos respondentes da pesquisa afirmam que costumam trocar de marca quando encontram uma boa oferta. Isso inclui trocas frequentes em marcas de alimentos, bebidas e produtos de higiene e limpeza, por exemplo.


Por outro lado, 21% dos consumidores olham além do preço e buscam nas marcas atributos que remetem aos próprios valores e convicções. Nesse recorte, práticas que refletem ideias de sustentabilidade, por exemplo, podem se tornar grandes elos entre uma marca e clientes minimamente preocupados com causas ambientais e criar, ou aprofundar, a conexão entre as duas partes – um requisito para aumentar as chances de fidelização do consumidor.


Como criar conexão?

Para 88% dos entrevistados, o estabelecimento de uma conexão entre marcas e consumidores é perfeitamente possível. No entanto, para que ela aconteça, alguns parâmetros devem ser observados. Além da já citada sustentabilidade, tema relevante para 43% dos respondentes, a adoção de práticas que refletem ideais de diversidade e igualdade é apontada como um elo por 38% dos entrevistados.


Nesse contexto, também contam o propósito da marca, relevante para 20% dos consumidores, e a percepção da inclusão, citada por 18% dos respondentes. Pensando nos atributos que os clientes gostariam de encontrar nos produtos que consomem, Marco Bebiano, diretor de negócios para o segmento de bens de consumo do Google Brasil, destaca que a indústria brasileira deve repensar, com urgência, o desenvolvimento de produtos e a comunicação com o consumidor no país, buscando construir relações baseadas em propósitos e valores em comum.


Finalmente, os respondentes foram convidados a escolher um entre seis quesitos, apresentados pela pesquisa, que seriam importantes para a melhoria da conexão entre marcas e clientes:

  • 65% apontaram descontos ou benefícios – entre as mulheres, essa opção foi valorizada por 70% delas;

  • 45% dos entrevistados indicaram experiências de compra mais personalizadas e 40% deles escolheram produtos personalizados – entre a Geração Z, o número chega a 44%, no caso da segunda opção;

  • Ainda sobre propósito, falar menos e agir mais foi apontado por 29% dos entrevistados – entre a Geração Z, a preferência chega a 35%;

  • 24% apontaram a valorização da diversidade;

  • 17% recomendaram que as marcas trabalhem com criadores de conteúdo.

 

Comentarios


bottom of page