top of page

Com mais de 7,9 mil postos de trabalho temporário, indústria do chocolate movimenta a Páscoa 2023

Principal data comemorativa do setor beneficia aqueles que buscam oportunidade profissional no mercado de trabalho


Fonte: Banco de imagens Canva

Segundo mapeamento realizado pela consultoria KPMG, encomendado pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), a data sazonal gerou 7,9 mil vagas de trabalho temporário. A pesquisa representa os dados dos associados e ressalta que esses empregos diretos e indiretos -- que correspondem aos novos trabalhadores contratados para atuar nas fábricas e pontos de venda, respectivamente -- começam a movimentar a indústria com antecedência para atender à demanda do período da Páscoa de 2023.


A data, além de ser bastante aguardada pelos fãs de chocolate, também é visada por aqueles que buscam oportunidades de trabalho. Uma vez que a indústria responsável pela fabricação dos produtos sazonais requer uma produção dedicada, parte da população vai ao encontro dessas vagas temporárias, para atender a demanda do mercado.


Segundo Ubiracy Fonsêca, presidente da Associação, a Páscoa é a principal data para o setor de chocolates e um bom momento para o mercado de trabalho como um todo. “Além de contribuir com a economia de forma geral, ao abrir as vagas temporárias, o segmento dá a chance para muitos terem sua primeira experiência profissional e oportunidade de efetivação, abrindo a porta para o mercado de trabalho”, destaca.


Para as indústrias, o período em questão é mais uma oportunidade de reforçarem e atualizarem seus catálogos de acordo com as tendências do setor. “As mudanças na forma em que o brasileiro consome chocolate fez com que a indústria se moldasse ao longo dos anos em uma transformação contínua. Seja criando produtos ou adaptando os existentes, o setor está sempre atento e pronto para atender a demanda do mercado da melhor maneira possível”, finaliza o presidente.

 
bottom of page