Comércio varejista tem desempenho positivo no dia dos namorados e cresce 4%

Crescimento nas vendas presenciais ainda é tímido e pode ser um reflexo da instabilidade econômica vivida no país.


Fonte: Banco de imagens Canva

O comércio varejista e muitos outros segmentos estavam com altas expectativas para as vendas no dia dos namorados deste ano, após dois anos sem comemorações presenciais devido a pandemia de Covid-19.

Assim como o esperado, houve um crescimento nas vendas no comércio físico na semana da data comemorativa, entre 6 e 12 de junho, apresentando um aumento de 4%, segundo dados da Serasa Experian.

Apesar do valor positivo, o resultado é inferior à recuperação experimentada em 2021, de 13,7%. A data em 2022 também ficou abaixo do Dia das Mães deste ano, que teve uma recuperação de 6,9%.

Analisando todo o final de semana do Dia dos Namorados, houve uma alta de 5,5% na média nacional do varejo físico.

De acordo com o economista da Serasa, Luiz Rabi, que acompanhou a pesquisa, essa desaceleração pode refletir a continuação de um período de instabilidade econômica, vivida desde o começo da pandemia, quando houve queda histórica de 27,8% na data comemorativa.

“Além disso, a mudança da prioridade de consumo dos casais brasileiros e a marca de 11 milhões de desempregados, segundo o IBGE, também são fatores capazes de justificar o aumento moderado”, finalizou o economista.

 

Fonte: https://www.contabeis.com.br/noticias/51937/dia-dos-namorados-2022-vendas-no-varejo-crescem-4/