top of page

Banco Central libera WhatsApp para uso de cartões de crédito e débito

Já faz um tempinho que os consumidoras e a Meta, empresa-mãe do Facebook, vinham esperando por uma resposta do Banco Central (BC) sobre a possibilidade de transações com uso de cartões de crédito e débito no WhatsApp. Eis que a resposta veio nesta quinta-feira (2).


Fonte: Banco de imagens Canva

O BC decidiu pela "cessação completa das medidas coercitivas" aplicadas à Mastercard e à Visa para pagamentos pelo Whatsapp (Facebook Pay). Essa era a última etapa para a oficialização das bandeiras de cartões no mensageiro de Mark Zuckerberg.


"Dessa forma, não há mais impedimentos regulatórios para a realização de transações de compra com cartão de crédito, de débito e pré-pago por meio do WhatsApp (P2M). Essa nova funcionalidade se junta à realização de transferências de recursos entre usuários desse aplicativo, autorizada em março de 2021 (P2P)", anuncia o BC, em nota.


Além disso, o BC destacou que, após a implementação dessas transações no WhatsApp, o Facebook Pay estará aberto a adesões de outras instituições a fazer parte da novidade. Ou seja, em breve, a plataforma deve receber outras formas de pagamento.


"Além disso, em respeito aos princípios regulatórios relacionados aos aspectos concorrenciais e de não discriminação, o BC determinou que o início das transações de pagamento em produção por meio do aplicativo WhatsApp deve ser comunicado pelos instituidores a todos os participantes de seus arranjos de pagamento com antecedência mínima de 30 dias", complementou, o BC.


Ainda não há data exata para a liberação, mas Mark Zuckerberg, presidente da Meta comemorou no Instagram, dizendo que está “animado para lançar isso em breve”.


Vale destacar que tanto os cartões Visa e Mastercard são aceitos na carteira virtual do WhatsApp Pay, para o envio de dinheiro. Contudo, com a mudança aprovada pelo BC, agora será possível fazer transações diretamente pelo mensageiro. Ou seja, uma loja pode efetuar uma cobrança direto da plataforma, sem a necessidade de ir para um banco ou outro intermediador.

 
bottom of page